A primeira câmera de vídeo portátil do mundo tinha um formato desajeitado e a forma de um fuzil.

Inventado pelo cientista Étienne-Jules Marey, o 

“fuzil fotográfico” foi revelado pela primeira vez em 1882. Ele foi feito para capturar vídeo de aves em voo, e conseguia gravar 12 imagens por segundo, cada uma com exposição de 1/720 de segundo.

O comprimento do cano foi ajustado para alterar o foco, antes de ser literalmente mirado para animais a fim de disparar 12 imagens.

As imagens eram registradas em um disco que continha 12 quadros, ou em um cilindro externo com placas sensíveis. No vídeo ao lado, ele gravava imagem no disco; ele também poderia acoplar o cilindro ao fuzil e filmar mais um pouco.

Como este dispositivo era leve o suficiente para carregar na mão, Marey conseguia acompanhar o objeto filmado enquanto ele se movia. De certa forma, então, os cientistas acidentalmente inventaram o conceito de movimento panorâmico. Pode-se assim afirmar que está foi a “bisavó” da atual e moderna Câmera de Corporal. 

A tendência em torno da Câmera Corporal de Vigilância está cada vez mais ampliada e difundida, assim como se tornou  extremamente necessária.

Londres é a cidade mais bem avaliada no IESE Cities in Motion, índice de avaliação de cidades da Universidade de Navarra (IESE), Espanha. Prestigiado internacionalmente, o índice é composto de 96 indicadores, cobrindo 174 cidades de 80 países (79 capitais). Londres, contudo, é igualmente a terceira cidade mais vigiada do mundo: dentre as Top 10, 9 são chinesas, sendo que Pequim ocupa a 5º posição.

No Brasil a adoção de Câmera Corporal ou “BodyCam” para uso da Polícia Militar está em ascensão:

– Em Santa Catarina a PM dispõe hoje de aproximadamente 2.245 Câmeras Corporais.

– Em São Paulo a PM dispõe hoje de aproximadamente 3.125 Câmeras Corporais. 

– Em Rondônia a PM dispões hoje de aproximadamente 1.250 Câmeras Corporais.

– Os demais estados estão em fase de teste e avaliação para a implantação. 

Com projetos da NASA e utilização comprobatória em ações de militares, principalmente americanos, estas Câmeras se tornaram uma ferramenta primordial nos setores de segurança.

Elas gravam e transmitem em tempo real, assim como mantém arquivo das imagens captadas, os quais podem prever atos suspeitos, esclarecer ocorrências e criam uma sensação real de segurança para os profissionais que as utilizam e as pessoas da sociedade organizada. 

 Algumas das características que fazem da Câmera Corporal uma tecnologia primordial em diversos setores que necessitam de precisão na captação de imagens:

– Carregador de parece bi-volt cabo USB clip ou presilha; Armazenamento interno de até 128GB; Resoluções de Vídeo de 1512P máx. (16:9) c/ compressão H.264/ (HEVC, H.265), formato MP4 com sincronização de áudio e vídeo; Fotos: resolução de 40MP máx. (16:9), formato JPG; Tela TCF LCD, colorida, 2 polegadas, alta resolução; Sensor CMOS colorido 5MP; Câmera com Ângulo de 140º (horizontal); Infravermelho (manual/alto) e Led Branco; GPS incorporado; Captura de fotos durante a gravação de vídeo; Gravação de Áudio (voz), formato WAV; Permite sobreescrever (sobregravar) os arquivos de vídeo quando o cartão de memória estiver cheio (função selecionável); Download automático dos arquivos e recarga da bateria através das Estações de Ancoragem (Docking Stations) RC-DS2 ou RC-DS3 (opcionais); Relatórios (Log) com históricos de utilização da BodyWorn; Microfone e Alto-Falante Internos; Detecção de Movimento; Confidencialidade e Alta Segurança: dados protegidos com acesso através de senha alfanumérica de 6 dígitos ao menu de configurações e aos arquivos de dados (foto, vídeo e áudio) na BodyWorn ou via software proprietário; Bateria interna de Lítio-íon recarregável; Carcaça de alta resistência contra queda, Grau de Proteção IP66; Menu em Português.

Este mercado tem uma expansão com índices muito promissores também na utilização privada como: Empresas de Segurança; Condomínios; Shopping Centers; Redes Varejistas; Portarias; Recepções e nesta linha em geral todas as atividades que requerem um monitoramento personalizado. 

A empresa referência no Brasil neste setor é a Relm Tecnologia Digital, que tem a distribuição da X-Marks. A presença destas empresas no país facilita em muito a aquisição e implantação destes sistemas de tecnologia em segurança.  Maiores informações: www.relm.com.br – www.xmarks.com.br 

Cesar Romão – Jornalista  | Presidente do Conselho de Presidentes
da Associação Paulista de Imprensa – API – www.cesarromao.com.br