O ano de 2022 começou com a notícia de que a ANS (Agencia Nacional de Saúde Suplementar) aprovou o reajuste dos Planos de Saúde individuais e familiares em 15,5%, sendo o maior aumento percentual desde do ano 2000.

Vale lembrar, que esse valor percentual de aumento mencionado acima é voltado para os beneficiários que adquiriram o Plano de Saúde na modalidade individual, o reajuste na modalidade PME é diferente e é calculado de outra forma pelas seguradoras.

Sabemos que o Plano de Saúde está entre os maiores desejos dos brasileiros, porém o aumento desse benefício faz com que muitos usuários mudem de plano, seguradora e alguns chegam a cancelar o benefício quando sofre o reajuste. 

Para que isso não aconteça é preciso estar por dentro de como funciona o reajuste no seu Plano de Saúde.

Entenda a diferença de como é feito o reajuste no Plano de Saúde PME e Individual 

Os reajustes do Plano de Saúde acontecem anualmente, além do reajuste as seguradoras também são autorizadas a elevar o valor quando o beneficiário trocar de faixa etária. Mas vamos entender como funcionam os reajustes.

PME

A cada renovação de contrato (aniversário da apólice) é feito o cálculo de reajuste, esse cálculo leva em consideração alguns pontos, são eles:

  • O IPCA (inflação do período)
  • Procedimentos realizados durante o ano
  • Custo dos serviços cobertos pelo plano
  • Sinistralidade.

O reajuste de sinistralidade é feito em cima da utilização de despesas médicas de toda a carteira PME de uma seguradora.

Individual

O reajuste nos planos individuais é calculado com base nas variações de despesas e utilização do benefício pelos usuários, assim como no PME é realizado o ajuste anualmente. 

Sendo assim, os reajustes tem que ser comunicados sempre antes do aniversário da apólice.

Leia também este artigo: Descubra como fazer um Consultoria do seu Plano de Saúde com a Secury/DCG

Como a prevenção interfere o aumento do Plano de Saúde Empresarial

É essencial que companhias continuem investindo e oferecendo esse benefício, porém muitas empresas ainda não compreendem que desenvolver uma cultura para a saúde faz uma grande diferença no valor final do Plano de Saúde.

Segundo a CHRO & Partner da Degoothi Consulting, Claudia Marchi em um artigo da Revista Apólice “há organizações que criam ações esporádicas ou que participam de campanhas, mas sem desenvolver uma cultura voltada para saúde. Para ela, isso é reflexo da forma como os gestores compreendem a saúde. “Ela não pode ser percebida como custo, porém é essa a visão que ainda persiste em muitas companhias”, afirma a executiva. 

As companhias podem aplicar campanhas de saúde em suas empresas e incentivar os seus funcionários a ter uma vida mais saudável, a prevenção ajuda na gestão das companhias resultando em boas práticas e valores para a empresa.

Como diminuir os custos do seu Plano de Saúde?

Você parceiro FADESP que quer entender mais sobre os custos do seu plano de saúde fale com um Especialista e faça uma consultoria com a Secury/DCG para entender melhor como funciona o reajuste do seu Plano de Saúde, e conhecer outras opções com melhor custo benefício. 

Fale com um Especialista clicando no link  abaixo.

Link: https://mkt.securynet.com.br/lp-fale-com-esp-campanha1-e-mail-sade-fadesp-secury-dcg

× Como posso te ajudar?